Algumas questões

    bigstock-Toll-free-54203771-300x300


    RECOMENDAÇÃO APRESENTADA PELOS ELEITOS DA CDU: Algumas questões que gostaríamos de ver clarificadas: 1 - Abertura do ano lectivo Estamos perante mais um novo início do ano lectivo, que de novo pouco ou nada tem. Percorremos as escolas do concelho e deparamo-nos com um atribulado inicio. Falta um grande número de assistentes operacionais em todas as escolas, aliás a abertura do ano lectivo só foi possível com o esforço redobrado destes trabalhadores. O número reduzido destes profissionais põe em causa o normal funcionamento das escolas. Como pensa a Câmara resolver este grave problema. 2 - Processo de avaliação dos trabalhadores, SIADAP Na última Assembleia Municipal chamamos a atenção para o não cumprimento das normas da avaliação dos trabalhadores, denunciando a existência de vários tratamentos desiguais, isto é alguns trabalhadores já tinham tido conhecimento da sua avaliação e outros não, assim como dos objectivos. Passado alguns meses a situação mantem-se, o que é deveras preocupante. Gostaríamos de saber afinal o que é que se passa. 3 - Reclamação dos objectivos, ainda sem resposta Diz a Lei que regula a avaliação, que os objectivos devem ser negociados entre avaliador e o avaliado, não havendo esta negociação e sendo os objectivos impostos e não negociados, podem e devem ser reclamados de modo a serem rectificados. Foi o que aconteceu com um grupo de trabalhadores que aguarda há vários meses por uma resposta ao seu pedido de rectificação dos objectivos que lhes foram impostos. Qualquer pergunta, qualquer pedido de esclarecimento, deve ter uma resposta e lamentamos que este grupo de trabalhadores que todos os dias são o seu melhor no seu local de trabalho, continuem sem resposta. 4 – Graves problemas nas oficinas Tivemos conhecimento, através de vários trabalhadores das oficinas, de graves problemas a que são sujeitos diariamente, como por exemplo, falta de material de protecção, tais como botas e luvas, falta de condições mínimas de trabalho, precárias instalações, falta de respeito para com os trabalhadores por parte de quem os coordena, foram-nos relatados episódios lamentáveis de humilhação e represálias. Todas estas preocupações foram transmitidas ao Sr. Presidente da Câmara, numa tentativa de resolução rápida destes abusos. Mas assim não aconteceu e estas lamentáveis situações continuam a suceder-se, ao ponto de ser a CDU a fornecer um par de luvas a um trabalhador porque as dele estavam completamente danificadas. As velhas e rotas luvas do trabalhador foram apresentadas em reunião de Câmara a toda a vereação. Qual é o nosso espanto quando na passada semana o trabalhador nos disse que continua a aguardar um novo par de luvas. Este mesmo trabalhador vive hoje dias de inferno, sofre represálias diárias, é frequentemente ofendido e humilhado, tendo sido colocado a trabalhar sozinho, isolado dos seus colegas. Esta situação é intolerável, e infelizmente não é única, estamos a falar de trabalhadores com baixos salários, e com uma precária situação económica, a quem tudo ou quase tudo é retirado, até a dignidade lhes é roubada. Estes comportamentos de uso abusivo da autoridade não podem continuar, solicitamos ao Sr. Presidente da Câmara que tome medidas urgentes que coloquem um ponto final nestas situações. Nos nossos dias e num país que se quer livre e democrático, não podemos permitir que situações destas continuem a ocorrer e permaneçam impunes.

     

    Autor: 

    Fonte: 

    Data: 2015-09-28